Governo de Goiás

Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado de Goiás

Procure o que você precisa:
Quarta, 12 de Agosto de 2020
Destaque Home Notícia
Sectec entrega equipamentos para produtores do norte goiano
09/12/2014 15h22

Investimentos do Governo de Goiás em Arranjos Produtivos Locais no Norte goiano somam R$ 2,2 milhões. 6,9 mil trabalhadores e pequenos produtores serão beneficiados. APLs fortalecem vocações econômicas de municípios por meio da qualificação profissional e inovação tecnológica, diz secretário Mauro Faiad

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec), vai entregar, até o final do ano, equipamentos que beneficiarão três Arranjos Produtivos Locais da região Norte de Goiás. Os APLs atendidos são os de Mel, Cerâmica Vermelha e Lácteo. Os investimentos nesta fase somam R$ 2,2 milhões, e beneficiam 6,9 mil trabalhadores e pequenos produtores.

De acordo com o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Mauro Faiad, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) coloca Goiás entre os três estados mais avançados em Arranjos Produtivos Locais. “Os APLs são mecanismos que fortalecem vocações econômicas de municípios por meio da qualificação profissional e inovação tecnológica”, afirma ele.


As cidades de Porangatu, Niquelândia, Minaçu, Campinaçu e Formoso de Goiás receberão 25 tanques de resfriamento de leite que atenderão produtores ligados a cooperativas, associações, assentamentos e grupos de agricultura familiar com atuação no setor lácteo desta região. Cada cidade receberá cinco tanques que serão destinados a grupos distintos, todos integrantes do APL Lácteo do Norte. O levantamento das necessidades foi realizado a partir de um planejamento estratégico promovido pela Gerência de Arranjos Produtivos Locais da Sectec.

Os tanques serão utilizados para a conservação do leite in natura e, dessa forma, atender às normativas sanitárias do Ministério da Agricultura. O órgão exige que o produto seja resfriado para a conservação de suas propriedades até a entrega à empresa de laticínio.

O valor total investido na aquisição dos tanques é de aproximadamente R$ 700 mil. Estão sendo beneficiados 420 produtores/agricultores familiares ligados ao APL, e cerca 2 mil trabalhadores.

Também está sendo contemplado com novos equipamentos o APL de Mel da região Norte. A Sectec vai entregar um trailer e uma caminhonete que irão ajudar os apicultores a extrair o mel dentro dos ambientes de higiene necessários para atender as normas de mercado.

O trailer e a caminhonete serão entregues à cooperativa Coopermel, que fica em Porangatu, cidade-polo do APL. A instituição foi indicada pelos apicultores por ser a principal cooperativa da região. Essa estrutura permitirá o deslocamento até o local da extração, permitindo aos apicultores utilizarem os materiais e roupas adequadas para garantir a qualidade do produto. Após a extração, o produto recolhido será conduzido para a Casa do Mel, também em Porangatu, onde passará por um processo de industrialização.

Os investimentos no trailer, caminhonete e utensílios diversos que serão utilizados para o manuseio do produto extraído são de R$ 300 mil. São mais de 230 produtores, com benefícios para 800 trabalhadores. A região tem uma produção anual de 66.800 litros de mel.

CERTIFICAÇÃO
O principal objetivo dos produtores de cerâmica vermelha do Norte de Goiás é o controle da qualidade e a obtenção de certificados de qualidade que trarão maior valor agregado aos produtos. A Sectec já entregou, no mês de outubro, uma parte dos equipamentos que estão programados para atender o APL do setor. Os investimentos do Governo de Goiás são de R$ 1,2 milhão, com benefícios para mais de 3,5 mil trabalhadores e pequenos produtores.

Para o início do próximo ano está prevista a conclusão de entrega de forno, estufa e maromba, equipamentos necessários para a instalação de um laboratório que será responsável pela análise da qualidade da matéria prima utilizada na produção. O laboratório será instalado na cidade de Porangatu e atenderá produtores dos 21 municípios que integram o APL.

INVESTIMENTOS
Segundo o secretário Mauro Faiad, o total de investimentos da Sectec para fomentar APLs são de R$ 30 milhões, o que trará benefícios diretos para mais de 100 mil trabalhadores e pequenos produtores goianos.

Os destaques são: APL de Confecções (Jaraguá, Pontalina, Catalão, Itaguaru, Itapuranga e Taquaral); APL Lácteo de São Luiz de Montes Belos (engloba 21 municípios); APL de Cerâmica Vermelha (norte goiano); APL de Tecnologia da Informação - TI (Região Metropolitana de Goiânia e Anápolis). Recebem ainda atenção especial mel, banana e orgânicos.

Para Faiad, o acesso destes segmentos às tecnologias de ponta propicia aumento da produtividade, o que se traduz em maior número de empregos oferecidos em todas as localidades do Estado, com crescimento econômico nas mais diversas regiões.

Nas fotos, o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Mauro Faiad, e tanque de resfriamento de leite que atenderá produtores ligados a cooperativas, associações, assentamentos e grupos de agricultura familiar com atuação no setor lácteo no Norte goiano.

Rua 82 s/nº Palácio Pedro Ludovico Teixeira 2ºAndar Setor Sul CEP 74015-908

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento